quinta-feira, 9 de setembro de 2010

VOTEM NA DILMA E GANHE PRESENTES.....

LEIAM COM ATENÇÃO..O TEXTO....O QUE QUEREMOS PARA O NOSSO PAÍS....ESTA EM NOSSAS MÃOS DECIDIRMOS.....


VOTE NA DILMA por Arnaldo Jabor




VOTE NA DILMA

por Arnaldo Jabor VOTE NA DILMA !

As promoções da época!

Vote na Dilma e ganhe, inteiramente grátis, um José Sarney de presente agregado ao Michel Temmer.Mas não é só isso, votando na Dilma você também leva, inteiramente grátis (GRÁTIS???) um Fernando Collor de presente.Não pense que a promoção termina aqui.Votando na Dilma você também ganha, inteiramente grátis, um Renan Calheiros e um Jader Barbalho.

Mas atenção: se você votar na Dilma, também ganhará uma Roseana Sarney no Maranhão, uma Ideli Salvati em Santa Catarina e uma Martha Suplício em S. Paulo.

Ligue já para a Dirceu-Shop, e ganhe este maravilhoso pacote de presente:

Dilma, Collor, Sarney pai, Sarney filho, Roseana Sarney, Renan Calheiros, Jáder Barbalho, José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno, e muito, muito mais, com um único voto.

E tem mais, você também leva inteiramente grátis, bonequinhos do Chavez, do Evo Morales, do Fidel Castro ao lado do Raul Castro, do Ahmadinejad, do Hammas e uma foto autografada das FARC´s da Colombia.Isso sem falar no poster inteiramente grátis dos líderes dos bandidos "Sem Terra", Pedro Stedile e José Rainha, além do Minc com uniforme de guerrilheiro e sequestrador.

Ganhe, ainda, sem concurso, uma leva de deputados especialistas em mensalinhos e mensalões.

E mais: ganhe curso intensivo de como esconder dinheiro na cueca, na meia, na bolsa ..., ministrado por Marcos Valério e José Adalberto Vieira da Silva e José Nobre Guimarães.

Tudo isto e muito mais!



TSE retira comentário do Arnaldo Jabor do Site da CBN Leia o comentário de Dora Kramer, Estadão de Domingo:'A decisão do TSE que determinou a retirada do comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN, a pedido do presidente 'Lula' até pode ter amparo na legislação eleitoral, mas fere o preceito constitucional da liberdade de imprensa.



A VERDADE ESTÁ NA CARA, MAS NÃO SE IMPÕE.(ARNALDO JABOR) O que foi que nos aconteceu?

No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor, 'explicáveis' demais.



Toda a verdade já foi descoberta, todos os crimes provados, todas as mentiras percebidas.Tudo já aconteceu e nada acontece. Os culpados estão catalogados, fichados, e nada rola.

A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe. Isto é uma situação inédita na História brasileira!!!!!!!

Claro que a mentira sempre foi a base do sistema político, infiltrada no labirinto das oligarquias, mas nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente, desfigurada!!!!!!!!

Os fatos reais: com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos!!!!

Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo !!!!!

Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações.

Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar.

O outro não existe para ele e não sente nem remorso nem vergonha do que faz !!!!!Mente compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir poder.

Este governo é psicopata!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior é que o Lula, amparado em sua imagem de 'povo', consegue transformar a Razão em vilã, as provas contra ele em acusações 'falsas', sua condição de cúmplice e Comandante em 'vítima'!!!!!

E a população ignorante engole tudo...

Como é possível isso?

Simples: o Judiciário paralítico entoca todos os crimes na Fortaleza da lentidão e da impunidade. Só daqui a dois anos serão julgados os indiciados - nos comunica o STF.

Os delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem.

A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua.

O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desse governo.Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tem de ser escrito...Está havendo uma desmoralização do pensamento.

Deprimo-me:Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?'A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios.

A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo.A cada cassado perdoado, a cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais Aos fatos!!!!!Pior: que os fatos não são nada - só valem as versões, as manipulações.No último ano, tivemos um único momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política.Depois surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e o parecer do procurador-geral da república. São verdades cristalinas, com sol a Pino.

E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de 'gafe'.Lulo-Petistas clamam: 'Como é que a Procuradoria Geral, nomeada pelo Lula, tem o desplante de ser tão clara! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito, e como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT ? Como ousaram ser honestos?'Sempre que a verdade eclode, reagem.Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista'. Quando apareceu aquela grana toda no Maranhão (lembram, filhinhos?), a família Sarney reagiu ofendida com a falta de 'finesse' do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando...Mas agora é diferente.As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo do Lula está criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política, uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista que está se consolidando no horizonte.Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem , de preconceitos ideológicos movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o simplismo.Lula será eleito por uma oposição mecânica entre ricos e pobres, dividindo o país em 'a favor' do povo e 'contra', recauchutando significados que não dão mais conta da circularidade do mundo atual. Teremos o 'sim' e o 'não', teremos a depressão da razão de um lado e a psicopatia política de outro, teremos a volta da oposição Mundo x Brasil, nacional x internacional e um voluntarismo que legitima o governo de um Lula 2 e um Garotinho depois.Alguns otimistas dizem: 'Não... este maremoto de mentiras nos dará uma fome de Verdades'!

4 comentários:

  1. Lu. Pelo panorama desta eleição que vem agora, acho que vou atrasar um pouco meu retorno ao Brasil. A coisa vai ficar feia mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei Lu!!!
    Vou repassar aos meus amigos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Lu, parece que estamos vivendo num período de "caça às bruxas", no país: um mccarthismo da era PT. Cuidado: falar mal do governo, hoje em dia, é inflamar paixões fanático-religiosas!
    Perdão por perguntar, mas: tirando as citações, o texto é todo seu? Está de parabéns: pelo conteúdo e, principalmente, pela coragem!
    Lu, eu evito falar de certos assuntos polêmicos, pois esta não é a linha do meu blog.
    Não acho que me exponho muito e, mesmo assim, de vez em quando surge algum anônimo, atacando-me ferozmente.
    Mas é o seguinte: nos bastidores tenho trocado e-mails com algumas pessoas confessando terem a mesma preocupação, que às vezes deixo escapar nos meus comentários.
    É absolutamente surreal: uma candidata, que mais parece fantoche, ter tão elevados índices de intenção de votos!
    Surreal, aliás, é essa forma de administrar do PT: afagando os que lhe afagam e, demonizando os que lhe atacam.
    Não, que outros governos não tenham feito o mesmo mas, era justamente o partido que professava ser diferente e, encantou as massas com esse "canto de sereia".
    "Panis et circences!"
    O governo flerta com ditadores, faz vista grossa a abusos( quando lhe convém), dá outros pitacos (quando não lhe convém), posando assim, de: "novo líder mundial"!
    Vaidade, nunca se viu tanta! Aliás, vi sim: na era Collor, que por sinal, virou aliado do PT...
    Quanto mais ignorante a massa, mais fácil de se deixar manipular, por isso, só interessa a "esse esquema", investir em políticas de resultados instantâneos!
    A era PT inaugurou a "política do silicone", da maquiaqgem, da malandragem:
    -Não há melhora na qualidade das escolas públicas?
    "Seus problemas acabaram": criança não fica mais reprovada e depois, entra na Universidade pelo sistema de cotas. "É fantástico!" É mágica! ( E embuste eleitoreiro!)
    -Depois, sai da escola mal-formado( ou seria: deformado?!...) e não encontra emprego?
    "Seus problemas acabaram": tem bolsa-família, bolsa-remédio, bolsa-desemprego, bolsa-esmola...
    Essa ideia de Estado-paternalista-tabajara-seus-problemas-acabaram me assusta, um tanto!
    Meus filhos são meninos estudiosos. Espero sinceramente que assim continuem.
    Que não cheguem à conclusão errada, lá na frente, de que: "o esforço não compensa" e de que "todos devam permanecer iguais...na mesma santa ignorância"!
    Pela lógica do atual governo, relembrando George Orwell, em "A Revolução dos Bichos": "todos iguais mas, uns são mais iguais que outros..."
    E, continuando com George Orwell:
    "A linguagem política dissimula para fazer as mentiras soarem verdadeiras e para dar aparência consistente ao puro vento."

    ResponderExcluir
  4. Lu, parece que estamos vivendo num período de "caça às bruxas", no país: um mccarthismo, da era PT. Cuidado: falar mal do governo, hoje em dia, é inflamar paixões fanático-religiosas!
    Perdão por perguntar, mas: tirando as citações, o texto é todo seu?
    Está de parabéns: pelo conteúdo e, principalmente, pela coragem!
    Lu, eu evito falar de certos assuntos polêmicos, pois esta não é a linha do meu blog.
    Não acho que me exponho muito e, mesmo assim, de vez em quando surge algum anônimo, atacando-me ferozmente.
    Mas é o seguinte: nos bastidores tenho trocado e-mails com algumas pessoas confessando terem a mesma preocupação, que às vezes deixo escapar nos meus comentários.
    É absolutamente surreal: uma candidata, que mais parece fantoche, ter tão elevados índices de intenção de votos!
    Surreal, aliás, é essa forma de administrar do PT: afagando os que lhe afagam e, demonizando os que lhe atacam.
    Não, que outros governos não tenham feito o mesmo mas, era justamente o partido que professava ser diferente e, encantou as massas com esse "canto de sereia".
    "Panis et circences!"
    O governo flerta com ditadores, faz vista grossa a abusos( quando lhe convém), dá outros pitacos (quando não lhe convém), posando assim, de: "novo líder mundial"!
    Vaidade, nunca se viu tanta! Aliás, vi sim: na era Collor, que por sinal, virou aliado do PT...
    Quanto mais ignorante a massa, mais fácil de se deixar manipular, por isso, só interessa a "esse esquema", investir em políticas de resultados instantâneos!
    A era PT inaugurou a "política do silicone", da maquiaqgem, da malandragem:
    -Não há melhora na qualidade das escolas públicas?
    "Seus problemas acabaram": criança não fica mais reprovada e depois, entra na Universidade pelo sistema de cotas. "É fantástico!" É mágica! ( E embuste eleitoreiro!)
    -Depois, sai da escola mal-formado( ou seria: deformado?!...) e não encontra emprego?
    "Seus problemas acabaram": tem bolsa-família, bolsa-remédio, bolsa-desemprego, bolsa-esmola...
    Essa ideia de Estado-paternalista-tabajara-seus-problemas-acabaram me assusta, um tanto!
    Meus filhos são meninos estudiosos. Espero sinceramente que assim continuem.
    Que não cheguem à conclusão errada, lá na frente, de que: "o esforço não compensa" e de que "todos devam permanecer iguais...na mesma santa ignorância"!
    Pela lógica do atual governo, relembrando George Orwell, em "A Revolução dos Bichos": "todos iguais mas, uns são mais iguais que outros..."
    E, continuando com George Orwell:
    "A linguagem política dissimula para fazer as mentiras soarem verdadeiras e para dar aparência consistente ao puro vento."

    ResponderExcluir

aguardo seu comentario